Tim 7191810853 Zapp7197331958 Zp7196340735 ALBA7130144337

Salve!


I made this widget at MyFlashFetish.com.

Seja um Seguidor. Assim você permanece visível e colabora com a multiplicação das informações.Seja

sábado, 19 de janeiro de 2013

PADecendo nada de cópia

A PMBA cobre todo o Estado baiano. Isso não é novidade; agora por que um SD, que mora em Feira de Santana e trabalha numa Compania INDEPENDENTE dessa mesma Cidade, é compelido a ir responder uma bronca tão estranha assim em SALVADOR?

Justamente um PAD, em que o PM fica com restrições no seu exercício funcional.

Bem, até hoje essa indagação causa inquietude... 

Mas, as consequências disso, foram enredos de atritos e perturbação para tudo que é lado: viagens perdidas, atrasos, ausência a oitivas, complicação para a defesa se fazer presente e entreveros.


O vídeo abaixo, para mim não é nada agradável. Acho até constrangedor publicá-lo, entretanto, vi-me afogado em meio a esse "samba do crioulo doido", sem ter nada a justificar nem mesmo provar... Porém impotente, vendo o rolo compressor se aproximando e a sensação de precipício ao redor. Não tinha jeito.

Relutei, pedir, aguardei, isso depois de já vim tentado comunicação por telefone durante três dias; ligando pela manhã e pela tarde, para os telefones fixos da Corregedoria e para o celular do próprio Cap Luiz. Tanto liguei, quanto a Advogada ligou, a Dra. Raquel; ligávamos e passávamos msg de texto... e nada! tudo isso com a campanha política do 23190 "em curso" aqui em Feira.
Não podia perder o prazo nem fazer descaso, tinha de ir buscar a cópia, mas precisava saber quando...





ALÉM DO MAIS, EU JÁ ESTAVA, como dizia minha vó, IGUAL A "GATO ESCALDADO" QUE TEM MEDO ATÉ DE ÁGUA FRIA... 
Por quê?

Vou contar. Havia uma semana, enviamos um termo processual por fax, para o próprio Cap Luiz; tal foi o consentimento que ele mesmo passou o número do fax e combinamos tudo pelo seu telefone celular, um tim, por sinal. FIZ TUDO COM O MÁXIMO DE CRITÉRIO E, SEMPRE RECOMENDADO PELA DRA., PARA NÃO HAVER FALHAS. 
Mantive contato com a "moça" antes;
informando o assunto e o destino; 
anotei o nome dela;
conferir o número do Fax e;
repetir tudo depois de enviado, pedido que lesse e dissesse se estava legível... Uma serimonha! Tudo feito alí de uma lan hause, dentro do Mandacarú, onde o proprietário, que tem meus contatos e sabia do que se tratava, ajudou-me inclusive efetuando a última ligação.
Tudo pronto, guardei os comprovantes e, sosseguei.



Quer saber no que deu? HaiAi!
Dias seguintes, na oitiva do repórter Mário Sepúlveda, o Capitão Luiz, valendo-se de uma situação lá, afirmou "passaram um fax todo borrado, sem graça, sem ter como se saber de nada e, saíram corendo de lan hause, que ninguém sabia...". Esbocei dar explicação e saber o havia ocorido, mas, foi o mesmo que "passar sabão na orelha de burro", como diziam os antigos. Calei-me, ouvindo ele dizer que de nada adiantara praticamente.



ENTÃO, NESSE DIA DA CÓPIA DO PAD, SE EU NÃO TIVESSE UMA PROVA DE QUE FUI LÁ E TENTEI OBTER O DOCUMENTO, CERTAMENTE HAVIA RISCO DE NOVO CAPÍTULO NA NOVELA DESSE PROCESSO.


Diz para mim, se não seria, fala, vai!






Desde as 7h na corregedoria em Salvador, para tirar cópia do PAD, a fim de fazer defesa final, o SD Josafá retorna para Feira de Santana, às 11h, sem sucesso. O Capitão Luiz exigia que só o Advogado copiar o Processo e negava-se a emitir comprovante de que tentei obter o documento.
Detalhe: A) O PAD poderia ser xerocado na própria corregedoria ou numa Lan Hause.
                B) Essa foi a terceira vigem em vão.
               C) Se eu conseguisse um Advogado ali, ele só pegaria o PAD com minha assinatura em uma procuração.



ÁLIBE PERFEITO a prova cabal da inocência

MAJOR acusa soldado de roubar viatura.
Segundo o Maj PM Jamerson Encarnação de Queiroz, no exato momento dessas entrevistas feitas em Feira de Santana, o entrevistado (SD Josafá Ramos) roubava do acusador a BLAZER quatro portas. Viatura essa, na qual circulavam em estado de alerta, o próprio Major comandando um Tenente e dois Soldados, todos fortemente armados, em Salvador.

Detalhes: 1) O Maj Jamerson, o acusador, comanda a 48CIPM, (Capital baiana)
 2) De Feira a Salvador são 108Km;
               3) Josafá foi culpabilizado no PAD (Processo Administrativo Disciplinar), aberto para apurar o fato;
              3) Três oficiais de Salvador compunham a Comissão apuradora:
Maj PM Egídio RANGEL Santos;
Cap PM LUIZ Cesar dos Santos;
Cap PM Márcio RIOS Lima Silva.